Prefeitura capacita servidores da SMTT através do Projeto Transitar, em Arapiraca

Servidores3

Fotos: SMTT

A terceira etapa do Projeto Transitar serviu para capacitar os servidores da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) a respeito do atendimento ao público. O treinamento faz parte de um ciclo de capacitação da Prefeitura de Arapiraca.

O evento aconteceu no auditório do órgão municipal, no bairro Itapoã, nesta terça-feira (28), e foi ministrado pela psicopedagoga e coach Betty Jane, que vem desenvolvendo um trabalho de integração entre os servidores e a população.

De acordo com o superintendente da SMTT, Jodelmir Pereira de Souza, a valorização do servidor é uma das ações de prioridade na gestão do prefeito Rogério Teófilo e contribui para capacitar e aprimorar os serviços públicos da prefeitura municipal para a população.

“Estamos sempre em sintonia com as situações em que passamos no órgão e instruir os servidores é a melhor maneira para que possamos superar quaisquer dificuldades e prestar da melhor forma possível os serviços oferecidos à população”, ressaltou Jodelmir de Souza.

Inteligência emocional

Durante o encontro, a psicopedagoga Betty Jane ressaltou a importância de os servidores compreenderem melhor a inteligência emocional diante de suas funções para entender melhor a relação direta de comunicação com a população que chega ao órgão para ser atendida da melhor maneira possível.

“Diante de inúmeras situações que coloca o estado emocional das pessoas em evidência e chega até a provocar atrito com os servidores que estão na linha de frente dos serviços da SMTT, decidimos então capacitá-los para que eles saibam lidar melhor com suas emoções e com as dos usuários do serviço público”, destacou Betty Jane.

Na linha de frente no atendimento ao público, a servidora Maria Aparecida da Silva, de 46 anos, atua como recepcionista da SMTT e trabalha diariamente resolvendo quaisquer tipos de situação dos usuários, dos mais tranquilos aos mais exaltados.

“É um exercício diário saber lidar com as pessoas e, principalmente, com as nossas próprias emoções. Uma situação difícil que só vim compreender melhor com o treinamento e os esclarecimentos da psicopedagoga e coach Betty Jane para poder atender da melhor maneira o público da SMTT”, declarou Maria Aparecida.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *