IMG_9114

Fotos: Samuel Alves

O presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Arapiraca, Valmir da Silva, agradeceu o prefeito Rogério Teófilo e os vereadores presentes pela sanção da Lei (Foto: Samuel Alves)

A Lei n° 3.311, sancionada nesta terça-feira (24), pelo Prefeito Rogério Teófilo, beneficia centenas de mototaxistas de Arapiraca, que agora podem utilizar motocicletas com até oito anos de fabricação.

Esse era um desejo antigo da categoria, que alegava não haver necessidade de trocas constantes de seus veículos, já que muitas vezes as motocicletas estão em perfeito estado de conservação e não apresentam perigo para a segurança dos passageiros.

“Geralmente a gente financia a moto pra poder pagar com mais facilidade, mas quando quitamos o débito já precisamos fazer um novo financiamento porque o veículo, apesar de estar em boas condições, já não se enquadra mais na legislação”, disse o presidente do Sindicato dos Mototaxistas, Valmir da Silva. “Agora a gente tem oito anos para usar o veículo”, concluiu.

 

Além dos representantes dos sindicatos, também esteve presente à solenidade parte da Câmara de Vereadores de Arapiraca (Foto: Samuel Alves)

Além dos representantes dos sindicatos, também esteve presente à solenidade parte da Câmara de Vereadores de Arapiraca (Foto: Samuel Alves)

Para o prefeito Rogério Teófilo, a sanção dessa lei, de autoria do vereador Edvânio do Zé Baixinho, é importante nesse momento de crise financeira que o país vive.

“Isso não é nenhum favor, mas justiça para toda uma classe de trabalhadores. Os poderes Legislativo e Executivo entenderam a necessidade de aumentar o tempo de usabilidade dos veículos para esses profissionais como sendo uma forma de garantir seus empregos”, disse o gestor arapiraquense.

Na ocasião, o prefeito também sancionou a Lei n° 3.112, que beneficia os donos de transportes coletivos de aluguel, que agora poderão utilizar veículos com até 10 anos de fabricação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *